domingo, 20 de setembro de 2009

Finalmente, um rosado recomendável!


Não foi nada fácil, mas encontrei finalmente um vinho rosado que me satisfez realmente, o Quinta da Giesta rosé 2008, do Dão. Não tenho qualquer pejo em afirmar que é um dos melhores vinhos rosados de Portugal, e é bom poder comprovar que os rosés não têm de ser doces ou enjoativamente frutados para serem interessantes. De cor rosada viva e brilhante, é um rosé seco e vivo, frutado mas sem exageros, incrivelmente fresco e revigorante, complexo qb, alegre, seco, versátil… como todos os vinhos rosés deveriam ser. Perfeito para a mesa, perfeito para a esplanada, com ou sem companhia.

4 comentários:

Pedro Mesquita disse...

Para mim não foi preciso esperar tanto!

O DSF Moscatel Rôxo Rosé, que surgiu em 2007, já estava muito bom para a minha modesta opinião.
E já agora,

VIVA A DIVERSIDADE!

Anónimo disse...

Quando refere Quinta da Giesta rosé 2008, significa que aconselha apenas o de 2008, ou poderei concluir que o Quinta da Giesta rosé é um bom vinho, ainda que de outro ano?

Filipe José Carvalho disse...

E que dizer do Quinta da Romaneira? Acho que só têm o 2008, e a um preço relativamente baixo: 8€. Já o provou?

candida disse...

de vinhos de mesa não percebo mesmo nada e é melhoe nem tocar nesse assunto, mas no meu restaurante vou valorizar o porto, o moscatel, o favaios.

kixes tawn-ni